Login

01/03/2018

Os quatro principais óleos essenciais para você, mulher!

Os quatro principais óleos essenciais para você, mulher!

A natureza é feminina, é sábia e está a nosso favor. Vamos conhecer mais sobre os óleos essenciais femininos e aplicá-los já no nosso dia-a-dia.

Há dores e delicias em ser mulher, isso traz diversas complexidades às nossas vidas. Aqui no blog, gostamos de abordar o tema Aromaterapia pois acreditamos que é uma ciência que nos beneficia nos mais diversos aspectos e para as mais diversas situações. Para nossas complexidades enquanto mulheres, a aromaterapia também atua a nosso favor.

A natureza é feminina, é sábia e o melhor: está a nosso favor! Vamos aprender mais um pouquinho sobre os quatro principais óleos essenciais para nós!

Entenda um pouco do que cada um destes óleos pode oferecer para o seu bem-estar e harmonia:

  • Óleo essencial de Gerânio: ajuda no combate a ansiedade e depressão, funciona como um regulador do sistema hormonal – ideal para época de TPM, menopausa e problemas genitais em geral. Como benefícios estéticos, ele é diurético, auxiliando em drenagens linfáticas e aliviando a retenção de líquidos;
  • Óleo essencial de Ylang-Ylang: ideal para os dias de muita agitação, que você se sente inquieta. O ylang-ylang regula a produção de adrenalina, relaxa o sistema nervoso e o resultado é a sensação de bem-estar;

  • Óleo essencial de Lavanda: assim como o gerânio, ele também é indicado para TPM e menopausa. Ele combate a insônia, dores advindas da enxaqueca e proporciona clareza mental;
  • Óleo essencial de Palmarosa: afrodisíaco, relaxante, regenerador são as principais características deste óleo. Estimula o apetite e traz influências positivas sobre os sentimentos, ideal para anorexia e dependendo do caso, depressão também. Na estética, ajuda na reestruturação da pele.

Essas são nossas principais sugestões, com as principais propriedades que cada um desses óleos podem proporcionar para nós mulheres. Utilize umedecendo um algodão puro com o óleo escolhido e inalando – duas a três inalações em cada narina –, no difusor de aromas e até mesmo em difusores pessoais. Ainda é possível fazer blends, misturando os óleos essenciais para atender ainda melhor as suas necessidades. Esses blends e suas necessidades devem ser analisados com bastante cautela e com o auxilio de um aromaterapeuta capacitado.

Voltar para o Blog

Principais marcas